{source}{/source} Pastoral da Criança - Dicas para evitar o desperdício de alimentos

desperdicio de alimentosPrezad...
Saúde e paz!

Vivemos momentos de grande apreensão e dificuldades devido a pandemia.
Diante dessa situação, muitas pessoas decidem estocar alimentos com o medo de que possam faltar no mercado.
Mas além de prejudicar o acesso de outras pessoas aos alimentos, também pode gerar outro problema grave: o desperdício de alimentos.

Pesquisa da Embrapa divulgada em recente reportagem do jornal Estadão aponta que arroz, feijão e carnes são os alimentos mais desperdiçados pelos brasileiros.

Há muitas maneiras de evitar o desperdício de alimentos, as quais também contribuem para organizar a cozinha de casa e promover a nutrição da família.
Para ter acesso a essas dicas, é só acessar o “Combate ao coronavírus”, no menu do e-capacitação, clicar em “Informações para famílias e voluntários” e procurar o tópico “Como evitar o desperdício de alimentos”.

Veja abaixo um exemplo do que você encontrará após sincronizar o AppVisita para ter essas novas dicas.

Cozinhar em maior quantidade para congelar é uma estratégia valiosa, que garante a maior utilização dos alimentos preparados e também poupa tempo na cozinha para preparar novas refeições.

Atentar para o descongelamento

Os alimentos crus que foram descongelados podem ser congelados novamente se forem cozidos antes.
Por exemplo: uma carne crua que foi descongelada pode ser cozida e depois de preparada, congelada novamente em porções para ser utilizado em outros dias.

Quando o pedaço de carne descongelado é grande demais para a próxima refeição, você deve preparar (cozinhar ou assar) tudo, separar o que iria sobrar e congelar esta parte ainda sem temperos.

Certifique-se de congelar em porções, uma vez que só deve-se descongelar o que for consumir no dia. 
Optar por potes transparentes com tampa e não esquecer de etiquetar com o nome e a data do congelamento.

Não deixe de compartilhar as dicas com as famílias e pessoas da comunidade.

Atenciosamente,
Equipe técnica da Coordenação Nacional da Pastoral da Criança

1414 a crianca e o consumo criancas brincando