Spot sobre a campanha

O estudo Epicovid19, que irá estimar a proporção de casos de coronavírus na população, atualiza o cronograma para as próximas fases do levantamento. Com a finalização da coleta de dados da primeira fase nesta última quinta-feira (21), as novas datas para segunda etapa são 4, 5 e 6 de junho, e para a terceira, 18, 19 e 20 de junho. O novo calendário atende ao planejamento inicial da pesquisa, que prevê um intervalo de 14 dias entre cada levantamento.

2anos1Essa pesquisa nacional sobre a pandemia por coronavírus está sendo realizada pela Universidade Federal de Pelotas, em 133 municípios do Brasil; foi aprovada pelo Conselho Nacional de Ética em Pesquisa - CONEP e segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) em todos os sentidos. A coleta de dados, conduzida por equipes do IBOPE, inclui três inquéritos populacionais, com realização de testes rápidos para o coronavírus e entrevistas com 250 moradores em cada cidade, totalizando 33.250 participantes de todos os estados. As pessoas são entrevistadas e testadas em casa, e os domicílios são selecionados por meio de sorteio aleatório, utilizando os setores censitários do IBGE como base.

A Pastoral da Criança tem plena confiança neste grupo de pesquisa: a Universidade Federal de Pelotas é parceira da Pastoral da Criança há mais de 30 anos, em várias iniciativas, incluindo os Mil Dias, Obesidade, Soro Caseiro, Bebê de Barriga para cima, entre muitas outras iniciativas.

Segundo Dr. Cesar Victora, pesquisador e avaliador da Organização das Nações Unidas (ONU), e professor da Universidade Federal de Pelotas; “para realizar essa pesquisa da forma mais ampla e abrangente possível, pesquisadores da Universidade de Pelotas fizeram parceria com IBOPE para fazer um teste rápido para o vírus com uma gotinha de sangue retirada da ponta de um dos dedos de pessoas, que será analisada por um aparelho em aproximadamente 15 minutos”.

Segundo a Universidade de Pelotas, a pesquisa inédita, coordenada pela Universidade Federal de Pelotas em parceria com o Ministério da Saúde, irá estimar o percentual de pessoas com anticorpos para a Covid-19 e avaliar a velocidade de expansão da doença no país, por meio de uma amostragem de participantes em 133 “cidades sentinelas”, que são os maiores municípios das divisões demográficas do país, de acordo com critério do IBGE.

“Todas as estatísticas oficiais são baseadas em casos confirmados, os quais representam apenas uma parcela, provavelmente ínfima, em comparação com a realidade do número de casos na população. Por isso, fazemos a analogia com o iceberg. Queremos enxergar para além dessa pequena parte aparente, que são os casos notificados, e conhecer a real dimensão da Covid-19 no país”, explica o coordenador geral do estudo e reitor da UFPel, Pedro Hallal. O estudo ainda irá determinar o percentual de infecções assintomáticas ou subclínicas; avaliar os sintomas mais comuns; obter cálculos precisos da letalidade da doença; estimar recursos hospitalares necessários para o enfrentamento da pandemia, além de permitir o desenho de estratégias de abrandamento das medidas de distanciamento social com base em evidências científicas.

Apesar dessa pesquisa ser extremamente importante e realizada por uma equipe séria e comprometida, em algumas cidades, os pesquisadores têm tido dificuldades com a população e com autoridades.

Pedimos imensamente que a população dos municípios abrangidos receba o pesquisador e colabore divulgando para a sua rede de contatos que se trata de uma pesquisa séria.

Mais informações, inclusive para entrevistas com os pesquisadores da Universidade de Pelotas, podem ser obtidas com Vanuza Wistuba, pelo Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

Acesse aqui a Nota de Esclarecimento sobre a Pesquisa Epicovid-19, duvulgada pela Universidade de Pelotas: https://ccs2.ufpel.edu.br/wp/2020/05/15/nota-sobre-a-pesquisa-epicovid-19/

Outros links: https://g1.globo.com/bemestar/coronavirus/noticia/2020/05/15/reitor-da-universidade-federal-de-pelotas-diz-que-pesquisa-sobre-propagacao-do-coronavirus-enfrenta-resistencia-em-75-municipios-do-pais.ghtml

NOTA pesquisa COVID-19 (.PDF)

 

COVID-19 no Brasil: várias epidemias num só país
Primeira fase do EPICOVID19 reforça preocupação com a região Norte (.PDF)

 

Lista dos municípios sorteados para realização da pesquisa da UFPel


UF MUNICÍPIO
AC CRUZEIRO DO SUL
AC RIO BRANCO
AL ARAPIRACA
AL MACEIÓ
AM LÁBREA
AM MANAUS
AM PARINTINS
AM TEFÉ
AP MACAPÁ
AP OIAPOQUE
BA BARREIRAS
BA FEIRA DE SANTANA
BA GUANAMBI
BA ITABUNA
BA IRECÊ
BA JUAZEIRO
BA PAULO AFONSO
BA SALVADOR
BA SANTO ANTÔNIO DE JESUS
BA VITÓRIA DA CONQUISTA
CE CRATEÚS
CE FORTALEZA
CE IGUATU
CE JUAZEIRO DO NORTE
CE QUIXADÁ
CE SOBRAL
DF BRASÍLIA
ES CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM
ES COLATINA
ES SÃO MATEUS
ES VITÓRIA
GO LUZIÂNIA
GO GOIÂNIA
GO IPORÁ
GO ITUMBIARA
GO PORANGATU
GO RIO VERDE
MA BACABAL
MA CAXIAS
MA IMPERATRIZ
MA PRESIDENTE DUTRA
MA SÃO LUÍS
MG BARBACENA
MG BELO HORIZONTE
MG DIVINÓPOLIS
MG GOVERNADOR VALADARES
MG IPATINGA
MG JUIZ DE FORA
MG MONTES CLAROS
MG PATOS DE MINAS
MG POUSO ALEGRE
MG TEÓFILO OTONI
MG UBERABA
MG UBERLÂNDIA
MG VARGINHA
MS CAMPO GRANDE
MS CORUMBÁ
MS DOURADOS
MT BARRA DO GARÇAS
MT CÁCERES
MT CUIABÁ
MT RONDONÓPOLIS
MT SINOP
PA ALTAMIRA
PA BELÉM
PA BREVES
PA CASTANHAL
PA MARABÁ
PA REDENÇÃO
PA SANTARÉM
PB SOUSA
PB CAMPINA GRANDE
PB JOÃO PESSOA
PB PATOS
PE CARUARU
PE PETROLINA
PE RECIFE
PE SERRA TALHADA
PI CORRENTE
PI FLORIANO
PI PARNAÍBA
PI PICOS
PI SÃO RAIMUNDO NONATO
PI TERESINA
PR CASCAVEL
PR CURITIBA
PR GUARAPUAVA
PR LONDRINA
PR MARINGÁ
PR PONTA GROSSA
RJ CAMPOS DOS GOYTACAZES
RJ MACAÉ
RJ PETRÓPOLIS
RJ RIO DE JANEIRO
RJ VOLTA REDONDA
RN CAICÓ
RN MOSSORÓ
RN NATAL
RO JI-PARANÁ
RO PORTO VELHO
RR BOA VISTA
RR RORAINÓPOLIS
RS CAXIAS DO SUL
RS IJUÍ
RS PASSO FUNDO
RS PELOTAS
RS PORTO ALEGRE
RS SANTA CRUZ DO SUL
RS SANTA MARIA
RS URUGUAIANA
SC BLUMENAU
SC CAÇADOR
SC CHAPECÓ
SC CRICIÚMA
SC FLORIANÓPOLIS
SC JOINVILLE
SC LAGES
SE ARACAJU
SE ITABAIANA
SP ARAÇATUBA
SP ARARAQUARA
SP BAURU
SP CAMPINAS
SP MARÍLIA
SP PRESIDENTE PRUDENTE
SP RIBEIRÃO PRETO
SP SÃO JOSÉ DO RIO PRETO
SP SÃO JOSÉ DOS CAMPOS
SP SÃO PAULO
SP SOROCABA
TO ARAGUAÍNA
TO GURUPI
TO PALMAS